Poluição pode ter criado caranguejos mutantes

Caranguejos estão ficando 'bombados' graças ao CO2 | Foto: Reprodução

Caranguejos estão ficando ‘bombados’ graças ao CO2 | Foto: Reprodução

 

Uma leva de criaturas marinhas mutantes parece estar surgindo na Baía de Chesapeake, o maior estuário dos Estados Unidos. Segundo a publicação, os caranguejos-azuis nativos da região estão crescendo quatro vezes mais rápido, além de apresentar um tamanho bem maior do que o normal. E parece que as lagostas e os camarões estão passando pelo mesmo processo.

 

A causa do surgimento dessas criaturas mutantes é a acidificação dos mares, que ocorre como resultado da alta concentração de dióxido de carbono (CO2). Entretanto, para você que adora frutos do mar, o fato de esses animais estarem crescendo demais não é nada bom. De acordo com algumas estimativas, se o processo continuar, dentro de um período de 75 a 100 anos os caranguejos terão desenvolvidos carapaças enormes, mas serão desprovidos de muita “carne”.

 

Além disso, os caranguejos também passaram a apresentar um apetite mais voraz, e estão devorando as ostras que vivem na baía. Elas, por sua vez, estão se tornando mais frágeis devido à acidificação das águas, o que significa que o ecossistema da baía pode ser profundamente alterado em apenas algumas décadas.

 

Com informações do The Washington Post

Comentários