Lista: 10 verdades sobre a Informática que é bom saber

Mesmo que seja verdade que o universo computacional esteja em constante evolução, algumas coisas não mudam. Assim, apesar de estarmos nas portas de uma nova revolução deflagrada pela miniaturização de hardware e a fragmentação de software, os velhos problemas continuam existindo e tão cedo não tornar-se-ão histórias do passado.

1) Backups NON ECZISTEN.

Agora que estamos migrando os nossos principais dados para a nuvem, mais do que nunca a falta de backup está deixando as pessoas realmente nervosas quando perdem tudo, pois em algumas circunstâncias as suas senhas também são roubadas, o que torna o prejuízo enorme. A solução e fazer eles(os backups) existirem.


2) 0 segundos nunca é igual a zero segundos do mundo real.

Sabe aquelas barras de download que tanto apavora os usuários servidos por banda estreita? O incrível é que quando chega ao zero segundo, que seria teoricamente tempo algum, a coisa pode se estender por muitos segundos, até minutos e em alguns casos empaca até você apelar para o famigerado CTL-ALT-DEL e perder todo o download.

3) A ajuda nunca funciona.

Vamos falar sinceramente, aquelas ajudas que os programas oferecem quando você precisa desesperadamente de uma informação alguma fez te ajudou? A mim não e acredito que à grande maioria das pessoas também – os fóruns da internet costumam resolver as dúvidas.

4) Discos rígidos devem ser necessariamente dispositivos silenciosos.

Esta é a teoria, pois se na prática você começar a ouvir um zumbido partindo do HD, ou clacs e estalidos estranhos quando liga o computador, ou o HD começa a levar uma eternidade para “arrancar”, então lute imediatamente contra a 1ª verdade copiando o seu diretório de dados para outro HD.

5) O HD sempre está fragmentado.

Mesmo que você use um disco rígido só para o sistema e programas e outro para dados, certamente o do sistema estará fragmentado. Os benefícios da desfragmentação duram uns 2 dias e logo após vem a famosa degradação na velocidade e você estará dando com os burros n’água de um computador lerdo feito uma carroça.

6) Sempre há algo da moda infectando os computadores.
A tecnologia evolui e o mal com ela. Uma vez as pessoas se infectavam com disquetes, depois com o advento da internet, tudo se complicou e começaram as ondas de infestações por anexos de e-mail. Mais recentemente teve a onda dos vírus de pendrive e agora a moda é pegar malwares através de sites idôneos comprometidos com links maliciosos. Contra esta modalidade de infecção, resta orar pela eficiência do seu antivírus.
7) Browsers jamais abrem sites sozinhos.
Quando os navegadores adquirem“vida” e “inteligência” suficientes para abrirem sites, quase sempre pornográficos ou do Mercado Livre, então acredite nesta verdade: isto com certeza é sintoma de vírus.
8) Computadores de datashow nunca funcionam quando mais precisamos deles.
Caso você tenha uma apresentação importantíssima para fazer e confia cegamente no computador do lugar, acautele-se, pois muitas coisas podem dar errado: o mouse não funciona, a versão do Power Point não é compatível, o computador trava no meio da apresentação, etc. Por isso, a verdade que mais funciona é o SEU laptop levado embaixo do braço.
9) A grande maioria dos problemas dos computadores é resolvida com um só método.
Quando tudo o mais falha, a solução quase infalível é desligar tudo, esperar 30 segundos, e religar. Evite a opção “reiniciar o Windows”, que é o reboot a quente, que nem sempre funciona como o reboot a frio.
10) Se o método acima não funciona, aplique a solução mais infalível de todas.
Quando o computador simplesmente não inicializa o Sistema Operacional (não dá o boot), então, usando um mínimo conhecimento técnico você deve estar preparado para a operação ninja de retirar os chips de memória da placa mãe e a placa de vídeo (se esta for off-board). Munido de uma borracha de lápis, limpe os contatos banhados a ouro e certifique-se de que não ficou nenhuma sujeira. Depois dos componentes perfeitamente reinstalados, você constatará como um procedimento tão simples acaba com a maioria dos pesadelos na informática.
Comentários