Cenas de filmes que foram diretamente influenciadas por pinturas clássicas

O cineasta Vugar Efendi usa seu projeto “Film Meets Art II” para estudar pinturas icônicas, como as de Da Vinci e Botticelli, revelando suas influências no mundo do cinema. O projeto fez tanto sucesso da primeira vez, que ele resolveu repetir a dose. Vugar escreve, dirige, produz e edita curtas. Seu portfólio é uma mistura de documentários e filmes experimentais. A cada comparação feita em seu projeto, Vugar reforça sua crença que “todas as formas de arte se alimentam umas das outras.”

Acima: Jacques-Louis David, Napoleão que cruza os cumes (1801) e Sofia Coppola, Marie Antionette (2006)

Jacques-Louis David,  La mort de Marat  (1793) e Alexander Payne,  As Confissões de Schmidt  (2002)

02

Jean-Auguste-Dominique Ingres,  La petite baigneuse – Intérieur de harem  (1828) e Jean-Luc Godard, Passion  (1982)

03

Jean-Hippolyte Flandrin, Jeune homme nu assis au bord de la mer (1836) e Paul Thomas Anderson, Sangue Negro (2007)

04

Norman Rockwell,  Freedom from Fear  (1943) e Steven Spielberg,  Império do Sol  (1987)

05

John Constable, Malvern Hall, Warwickshire (1809) e Stanley Kubrick, Barry Lyndon (1975)

06

Otto Dix, Retrato do Jornalista Sylvia von Harden (1926) e Bob Fosse, Cabaret (1972)

07

René Magritte, L’Empire des lumi eres (1954) e William Friedkin, O Exorcista (1973)

08

Pieter Bruegel, o Velho, Os caçadores na neve (1565) e Andrei Tarkovsky, The Mirror (1975)

09

Pieter Bruegel, o Velho,  A Torre de Babel (1563)  e Fritz Lang, Metropolis  (1927)

010

via.

Comentários