Celulares xing-ling vão parar de funcionar

HiPhones e similares vão virar lixo tecnológico | Foto: Reprodução

HiPhones e similares vão virar lixo tecnológico | Foto: Reprodução

 

Por imposição da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as operadoras de telefonia brasileiras vão construir um sistema para identificar e bloquear o uso de celulares não-homologados no país a partir de 2014. Na prática, os celulares xing-lings ou de fabricantes que não operam no país deixarão de funcionar no Brasil por falta de certificação. A agência enviou às operadoras Oi, TIM, Vivo e Claro um ofício no dia 16 de janeiro cobrando que celulares considerados “piratas” sejam bloqueados em até 12 meses. A Anatel fala sobre uma “solução tecnológica para coibir o uso de estações móveis não certificadas, com IMEI adulterado, clonado ou outras formas de fraude nas redes do SMP”.

 

A sigla IMEI significa “International Mobile Equipment Identity”, e é o número de identificação presente em cada telefone celular. Dentro da identificação consta um código que representa o modelo do aparelho, chamado de TAC. Os celulares piratas costumam usar IMEIs clonados para enganar as redes das operadoras. De acordo com a Anatel, as operadoras deverão elaborar “possíveis critérios transitórios a serem implementados à base atual de usuários, de modo a minimizar os impactos sobre a população”. Ou seja, se os xing-lings foram mesmo bloqueados em 2014, progressivamente vão surgir campanhas no Brasil para conscientizar a população sobre os riscos de utilizar um celular não-homologado. Estima-se que, hoje, dezenas de milhões de unidades de modelos piratas estejam sendo utilizados no país. Se você comprou um HiPhone ou um aparelho dualchip, cuidado: ele pode virar peso para papel no ano que vem…

 

Com informações do TechTudo

Comentários