Fire Emblem Heroes para celulares recebe novos personagens

Jogos mobile são uma grande fonte de renda para as publicadoras de jogos na atualidade. Com download gratuito e microtransações para se comprar e vender itens dentro de jogos, (com um mercado semelhante ao de Apostas Esportivas), a fórmula garante lucros para as desenvolvedoras ou até algumas pessoas enquanto investem se tempo em aplicativos.
Neste meio, a Nintendo com Fire Emblem Heroes, seu popular jogo para celulares (Nintendo produzindo para celulares? Sim!), trouxe recentemente o novo “Herói Lendário” Hector (Marquess of Ostia) de Fire Emblem Fates em um jogo cheio de personagens da série, para quem ama, ou para novos na área.
Hector é dublado por Patrick Seitz e é ilustrado por Wada Sachiko. Fire Emblem Heroes pode ser jogado agora mesmo para iOS e Android em modelos compatíveis.

Sobre a série Fire Emblem

Fire Emblem é uma franquia de RPG tático desenvolvida pela Intelligent Systems e publicada pela Nintendo. Produzido pela primeira vez e publicado para o Family Computer (Famicom), a série consiste em quinze jogos principais e três spin-offs, que são jogáveis em vários sistemas de jogo. Descrita por seus criadores como uma “simulação de RPG”, a jogabilidade gira em torno do movimento tático de personagens em ambientes baseados em grade, ao mesmo tempo em que incorpora uma história e personagens semelhantes aos de um videogame de RPG mais tradicional.
Um aspecto notável da jogabilidade é a morte permanente de personagens na batalha, removendo-os do resto do jogo caso sejam derrotados. Nos novos títulos, de Fire Emblem: New Mystery of Emblem em diante, os jogadores têm a escolha entre o modo Classic, onde os personagens morrem permanentemente ou o modo Casual, onde os personagens caídos se reúnem na próxima batalha. O título da série refere-se ao objeto titular, o “Emblema do Fogo”, geralmente retratado como uma arma ou escudo de valor real, representando o poder da guerra e dos dragões, um elemento recorrente na série. O desenvolvimento do primeiro jogo começou como um projeto de doujin por Shouzou Kaga e outros três desenvolvedores. Seu sucesso levou ao desenvolvimento de mais títulos na série. Shouzou Kaga liderou o desenvolvimento de cada entrada até o lançamento do Thracia 776, quando deixou a Intelligent Systems e fundou seu próprio estúdio de jogos para desenvolver Tear Ring Saga.
Nenhum dos jogos da série foi lançado fora do Japão até que dois personagens, Marth e Roy, foram incluídos como personagens jogáveis no jogo de luta de 2001 Super Smash Bros. Melee. A sua popularidade acabou por convencer a Nintendo a lançar o próximo jogo, The Blazing Blade, nas regiões ocidentais sob o título Fire Emblem, em 2003. Muitos jogos da série venderam bem, apesar de um declínio durante os anos 2000 que resultou num quase cancelamento da série. Jogos individuais, de forma geral têm sido elogiados pela crítica especializada e pelo público, e a série como um todo tem sido elogiada por sua jogabilidade, e é citada como uma série seminal no gênero de RPG tático. Personagens de vários jogos também foram incluídos em crossovers com outras franquias.

The Death of Superman: uma prévia da animação da DC Comics

O lançamento digital de Suicide Squad: Hell to Pay foi a oportunidade para descobrir as primeiras imagens da adaptação animada de The Death of Superman, uma das mais notáveis histórias em quadrinhos da história do Homem de Aço! Este bônus de seis minutos do mais recente filme de animação da DC Comics revela a primeira filmagem do filme intercalada com entrevistas com seus criadores e voz de elenco.

Criado por Dan Jurgens e Louise Simonson, a série The Death of Superman foi publicada entre 1992 e 1993. A história conta uma luta impiedosa ocorre entre Doomsday e ele, enquanto os outros membros da Liga da Justiça não tem o que fazer para ajudar o Homem de Aço no que parece ser a última luta de nosso herói…

Veja como seria a animação de Deadpool

Anunciado em maio passado, a animação de Deadpool liderada por Donald Glover foi infelizmente cancelada recentemente pelo FXX por causa das diferenças artísticas entre o escritor/produtor e a direção do canal… Uma decisão que desapontou muito fãs da comunidade do famoso super-herói da Marvel, tanto o potencial do programa (para adultos) era enorme.
Se nunca tivermos a chance de ver essa série na TV, aqui está uma prévia do que poderia ter sido! Dirigido pelo estúdio Titmouse Animation, esta sequência de testes é a oportunidade de encontrar Deadpool em plena luta contra bandidos. Um confronto maluco que acaba inevitavelmente com nosso herói! Note que apesar da alta qualidade desta sequência animada, não foi o estúdio de Titmouse que foi selecionado para fazer a série, mas o Floyd County Productions, o estúdio de animação responsável pela série Archer. De qualquer forma, gostaríamos de ver muito mais:

Marvel relança “Pantera Negra” no Youtube

Para quem anda com saudades do filme Pantera Negra e não tem paciência para esperar uma nova sequência, temos novidades. Para saciar a sede dos fãs por mais “T’Challa”, a Marvel relançou sua série animada de seis episódios do Pantera Negra de 2011 no YouTube.
Os vídeos, que tem cerca de 120 minutos no total, mostram “T’Challa” em sua ascensão para se tornar o “Pantera Negra” após o assassinato de seu pai, muito parecido com o enredo do filme de ação de 2018.Assista ao primeiro episódio abaixo e veja todos os seis no canal do YouTube da Marvel.

vi aqui.