Hotel cria suíte inspirada nos minions

Ba, ba, ba... Ba-banana! | Foto: Reprodução

Ba, ba, ba… Ba-banana! | Foto: Reprodução

Os bichos simpáticos e enrolados que ganharam fama nos longas “Meu Malvado Favorito” agora protagonizam a decoração das novas 18 suítes infantis temáticas do hotel Loews Portofino Bay, dentro do complexo do Universal Studios Orlando — que tem uma atração 3D baseada nos filmes. Os minions estão em roupa de cama, papéis de parede e outros muitos detalhes em um ambiente pensado para lembrar o laboratório de Gru (até o cachecol dele está lá). A reforma levou 5 mil horas de trabalho, consumiu 550 metros de carpete e muitas bananas, a fruta preferida dos amarelinhos.
Os pais, entretanto, não precisam dormir com as criaturas. Para eles, há cama king size em estilo contemporâneo italiano — recém-adotadas para todos os quartos do hotel. A entrada do espaço das crianças se dá somente pelo quarto dos pais, por medida de segurança. Na porta, o aviso “somente minions autorizados” dá um charme a mais. Faz sucesso também entre a garotada a cama-míssil, exatamente como as que Edith, Margo e Agnes dormem nos filmes. As diárias para um casal e duas crianças no mês de dezembro custam US$ 594 (cerca de R$ 1.407). Ficou com vontade? Dá só uma olhada no visual da suíte:

Confira um vídeo do hotel mostrando a montagem da suíte:

Com informações de O Globo

Novo Angry Birds chega primeiro ao Windows Phone

Atirar os passaralhos deve você, jovem padawan | Foto: Reprodução

Atirar os passaralhos deve você, jovem padawan | Foto: Reprodução

 

A franquia de games de maior sucesso em todo o mundo acaba de ganhar mais um título. Angry Birds Stars Wars 2 foi lançado ontem para Windows Phone 8 (inclusive para os celulares com 512MB RAM) e por enquanto está disponível apenas na loja americana. O jogo pode ser comprado por US$ 0.99 na Windows Phone Store e só nesta quinta chegou ao Android e iOS.

 

Microsoft e Rovio surpreenderam com o anúncio, já que estava previsto que as três plataformas estreassem o aplicativo apenas hoje. A novidade interessante é que agora o jogador pode escolher se juntar ao “lado Porco da força”! Isso mesmo: a partir de Angry Birds Stars Wars 2, você também pode juntar no time dos porquinhos verdes. Escolha seu lado e parta pra briga!

 

Veja um trailer e mais fotos do jogo:

Saraiva inicia venda de impressoras 3D

Impressoras 3D devem revolucionar o modo de consumir objetos | Foto: Divulgação

 

As impressoras 3D para consumidores ainda são raras no Brasil, mas estão chegando aos poucos. Uma das primeiras é a Cube, da 3D Systems, agora em pré-venda na Saraiva em parceria com a brasileira Robtec. A impressora Cube é plug-and-play, possui conectividade Wi-Fi e traz alguns designs já prontos, ou seja: basicamente é tirar da caixa, ligar na tomada e sair imprimindo objetos. No entanto, isso não é para todo mundo.

 

Assim como em outros países, impressoras 3D custam caro no Brasil: o preço salgado é de R$ 6.690, com lançamento previsto para amanhã. Há quatro opções de cores: azul, verde, branco e rosa. Você também poderá comprar o cartucho na loja – 1 kg de plástico sai por R$ 280 – mas ele ainda não está disponível. Com a impressora Cube, você pode criar objetos em plástico ABS, reciclável e mais resistente, ou em plástico PLA, que lhes dá uma superfície com brilho. É possível imprimir objetos com dimensões de até 5,5 polegadas (o equivalente a 140 x 140 x 140 mm).

 

Alguns produtos impressos a partir de arquivos digitais | Foto: Divulgação

 

Mas quais? Bonequinhos, peças de xadrez, capas de celular, pulseiras, anéis, luminárias, palhetas de guitarra, e até instrumentos… A impressora vem com software para Windows e Mac, e 25 projetos já prontos; você pode obter mais no site da Cubify. Claro, nada disso custa pouco: afinal, ainda estamos no início da era de impressão 3D em casa. A Cube chegou ao país em abril, mas só era possível comprá-la direto com a Robtec. E esta é a impressora 3D mais barata que a empresa oferece: o modelo mais avançado, a CubeX, imprime objetos maiores e custa a partir de R$ 12.490; ela ainda não está disponível na Saraiva.

 

No entanto, há opções mais baratas oferecidas por outras empresas: a Metamáquina 2, por exemplo, custa R$ 3.900, tem base aquecida para evitar deformações na impressão, e permite criar objetos de até 200 x 200 x 150 mm. No entanto, ela só estará disponível em outubro. Teoricamente, comprar a Cube pela Saraiva não vale muito a pena: incluindo impostos, frete para o Brasil e conversão do dólar para real, a impressora 3D comprada pelo site da Cubify custa cerca de R$ 6.500, mais barato do que no e-commerce brasileiro.

 

Com informações do Gizmodo

Cervejaria gaúcha cria anulador de celular

Polar instalou dispositivo em porta-garrafas para estimular conversas | Foto: Divulgação

Polar instalou dispositivo em porta-garrafas para estimular conversas | Foto: Divulgação

 

A Polar, marca de cerveja do Rio Grande do Sul, criou um sistema curioso em seu porta-garrafas: ao colocar uma cerveja, um dispositivo é ligado e anula os sinais de comunicação nos arredores e deixando os celulares sem sinal de 3G, wi-fi e até SMS. O objetivo é resgatar a interação maior entre amigos em bares, que havia antes da chegada dos smartphones e suas multifunções. O lançamento aconteceu na semana passada, em Porto Alegre (RS).

 

A novidade é a abrangência do anulador de celular, que é limitada a cerca de 1,5 metro, tamanho aproximado de uma mesa de bar. Para funcionar, o “gadget” deve estar abastecido com uma garrafa de cerveja. Assim que o sinal luminoso da base acende, o bloqueio fica ativo, bloqueando sinais de redes 3G, 4G, wi-fi e Bluetooth. O porta-garrafas funciona com uma bateria que dura em média 4 horas e é recarregável. Por enquanto, apenas os bares da capital gaúcha terão acesso à novidade. Quem quiser, pode conferir onde ele estará disponível na fan page da cervejaria.

 

Veja como o anulador de celular funciona, no vídeo abaixo:

 
 

Com informações do Magro de Ruim

Amplificador para smartphone não usa energia elétrica

Aparelho reciclado não usa energia elétrica e serve para qualquer gadget | Foto: Reprodução

Aparelho reciclado não usa energia elétrica e serve para qualquer gadget | Foto: Reprodução

 

Você gosta de tocar música em casa, mas não quer gastar rios de dinheiro com caixas de som e nem com a conta de luz? E se existisse um amplificador que não usasse pilhas ou energia elétrica, e muito menos precisasse de sol pra funcionar? Sim, isso existe! Parece feitiçaria, mas é tecnologia e física… Desenvolvido por Christopher Locke, essa engenhoca já tem seu primeiro ponto positivo: não é necessário nenhuma fonte de energia para funcionar. Boa, Locke!

 

Ao invés de projetar um gadget, Christopher remodelou instrumentos feitos de bronze e os transformou em peças lindas que transmitem o som do seu iPhone ou do seu iPad. A inspiração está por trás dos fonógrafos – aparelho inventado por Thomas Edison em 1877 para a gravação e reprodução de sons através de um cilindro. Mais um ponto super bacana: cada peça é única e traz o charme do antigo junto com a modernidade. Veja o vídeo abaixo para ver como funciona:

 
 

Com informações do Hypeness