Cine Geek: O Legado Bourne

Nos anos 2000, baseado na obra de Robert Ludlum, a frenética “Trilogia Bourne” chegou aos cinemas para transformar o ator Matt Damon em um verdadeiro nome da ação. Agora em 2012, depois da badalada saída do diretor e é claro, do seu grande astro, coube a Jeremy Renner (Guerra ao Terror, Os Vingadores), a tarefa de assumir o legado deixado por Jason Bourne. Será que ele conseguiu?

A trama acompanha Aaron Cross (Jeremy Renner), que assim como Jason Bourne, também pertenceu a um programa de criação de super-espiões, onde através de experimentos médicos, foi transformado em um agente aperfeiçoado do ponto de vista físico e mental. Contudo, com a exposição de Bourne, o coronel Eric Byer (Edward Norton) decide encerrar o programa, fato que lhe obrigou a realizar a famosa “queima de arquivos”, que inclui o assassinato de Cross
Mesmo com as desconfianças em cima de Renner, estava claro que substituir um nome como Matt Damon, não seria uma tarefa fácil. Ainda mais quando o filme não permite que o público se desprenda do seu antigo herói. E este é o grande erro de “O Legado Bourne”.

O espírito de Jason não abre espaço para o novo protagonista se destacar. Jeremy Renner, consegue efetuar seus momentos de ação de forma convincente, mas seu personagem é raso assim como a sua motivação, e que sempre fica na sombra de um legado construído perfeitamente ao longo de três filmes impecáveis
Possui um bom elenco de suporte, onde muitas vezes a Dra. Marta Shearing (Rachel Weisz) chega a roubar a cena, mas que peca ao não aproveitar um ator do porte de Edward Norton, pois seu coronel Eric Byer é totalmente esquecido durante o desenrolar da trama.
Concluindo, “O Legado Bourne” chega a manchar uma franquia que até então beirava a perfeição. Possui boas cenas de ação, mas não inova ao se comparar com os antecessores. Com um ritmo lento, chega a dar sono e demora a mostrar a que veio, entrando para mais uma daquelas “continuações desnecessárias”, que tem como seu maior erro, não acreditar no potencial do seu próprio herói.

P.s. Quer saber um pouco mais sobre “O Legado Bourne”? Escute meu podcast (sem spoilers) no blog Conhece O Mario?! 

Para fazer o download, clique “Aqui” com o botão direito em “salvar link como”)