Cine Geek: Detona Ralph

Olá Geeks, depois de muito tempo retomo o Cine Geek de um jeito especial, estou falando da animação Detona Ralph que está em cartaz nos cinemas. Assisti o filme hoje e posso contar que vale muito a pena assistir!

Sinopse:

Ralph (John C. Reilly) é o vilão de Conserta Félix Jr., um popular jogo de fliperama que está completando 30 anos. Apesar de cumprir suas tarefas à perfeição, Ralph gostaria de receber uma atenção maior de Felix Jr. (Jack McBrayer) e os demais habitantes do jogo, que nunca o convidam para festas e nem mesmo o tratam bem. Para provar que merece tamanha atenção, ele promete que voltará ao jogo com uma medalha de herói no peito, no intuito de mostrar seu valor. É o início da peregrinação de Ralph por outros jogos, em busca de um meio de obter sua sonhada medalha.

Continue lendo…

Cine Geek: Looper – Assassinos Do Futuro

Em seu terceiro filme, o diretor Ryan Johnson fez a segunda parceria com o ator Joseph Gordon-Levitt, trazendo para os cinemas a ficção científica: Looper- Assassinos do Futuro.
No ano de 2074, a viagem no tempo já foi inventada, mas acabou se tornando ilegal. Contudo, a máfia ainda utiliza desse artifício, enviando para o passado os seus desafetos para serem eliminados pelos homens denominados “loopers”, e a trama se desenrola quando Joe (Joseph Gordon-Levitt) deve assassinar o seu próprio “eu” do futuro (Bruce Willis).
O grande mérito do filme é a possibilidade de agradar diversos públicos, pois “Looper” funciona como ficção científica, ação e possui até o seu momento dramático e humano ao longo de sua projeção. Entretanto, essa mistura acaba causando um dos pontos fracos do longa, onde o diretor acabou deixando sua obra com um ritmo estranho, não conseguindo dosar na quantia certa, os seus momentos dramáticos e de tensão.
Um fato interessante de se destacar, é o preparo de Joseph Gordon-Levitt para o filme, pois como ele iria interpretar o personagem de Bruce Willis trinta anos mais novo, assistiu a diversos filmes do ator, além de colocar monólogos do mesmo em seu Ipod,  para facilitar sua interpretação, deixando os seus movimentos e o jeito de falar, iguais aos de Bruce. Sem contar o excelente trabalho de maquiagem que possibilitou uma semelhança entre ambos.
Em uma época em que a ficção cientifica esta em baixa, “Looper – Assassinos Do Futuro” se demonstra uma grande surpresa em um ano que foi dominado por grandes franquias cinematográficas. Recomendação máxima para fãs de ficção cientifica, e é claro, da boa e velha “viagem no tempo”.

P.s. Quer saber um pouco mais sobre “Looper – Assassinos Do Futuro”? Escute meu podcast (sem spoilers) no blog Conhece O Mario?! Para fazer o download, clique “Aqui” com o botão direito em “salvar link como”)


Ainda não está convencido? Então assista ao trailer:

Cine Geek: Ted

Seth MacFarlane, o criador das consagradas séries animadas, Family Guy, The Cleveland Show e American Dad!, finalmente faz a sua estreia nos cinemas com o “polêmico”: Ted.
Na trama, John Bennet (Mark Wahlberg) era o típico garoto que em sua infância não tinha amigos, até que no natal ele recebe de presente o famoso ursinho Ted (Seth MacFarlane), que milagrosamente ganha vida após o pedido do garoto. Com o passar dos anos, John precisa aprender a lidar com as diferenças entre sua amizade com Ted, e seu namoro com Lori (Mila Kunis)
O grande mérito de Ted, é que o diretor conseguiu transportar para telona, o mesmo espírito encontrado em seus seriados animados, onde em nenhum momento o filme ficou preocupado com a “classificação indicativa”, pois grande parte de suas piadas são agressivas e acabam com a onda irritante do “politicamente correto”.

Contudo, a pouca experiência de Seth MacFarlane no cinema, acabou se tornando o ponto fraco do longa, pois algumas piadas possuem um “timing” televisivo, deixando a impressão de que estamos assistindo um episódio estendido de “Family Guy”.
Ted se revelou uma boa surpresa no meio de uma safra de péssimas comédias que estão surgindo nos últimos anos, e é uma excelente recomendação para as pessoas que não aguentam mais o denominado “Politicamente Correto”, e principalmente aos fãs de Seth MacFarlane e a família de Peter Griffin.

P.s. Quer saber um pouco mais sobre “Ted”? Escute meu podcast (sem spoilers) no blog Conhece O Mario?! 

Para fazer o download, clique “Aqui” com o botão direito em “salvar link como”)

Cine Geek: Apenas o Fim.

Uma das grandes revelações do cinema nacionalMatheus Souza realizou ainda na faculdade, um dos melhores filmes brasileiros dos últimos anos.

“Apenas o Fim.”, conta os minutos finais do relacionamento entre Antônio (Gregório Duvivier) e sua namorada sem nome (Erika Mader), que fazem reflexões sobre o que aconteceu durante o namoro, até o fatídico momento em que a garota partirá para a sua nova vida em uma outra cidade (Isso não é um spoiler).

 – Mas o que este filme tem a ver com os leitores do Sweet Geek?

O Longa é repleto de referências ao mundo “geek”, pois possui um protagonista completamente nerd, que cita diversos elementos deste universo, variando desde o esquecido (e muitas vezes odiado), Tom Bombadil (O Senhor Dos Anéis), até uma discussão sobre que dupla é melhor, Mario/Luigi ou Cloud/Sephiroth.

Com diálogos incríveis sobre o nada, “Apenas o Fim.” pega emprestado a fórmula dos excelentes “Antes do Amanhecer/Antes do Pôr-do-Sol”, e até consegue reproduzir a química de seus atores, se tornando recomendação máxima para qualquer fã de cinema e principalmente aos “Nerds e Geeks”, que graças a Matheus Souza, possuem um filme que enfim homenageia o seu universo cultural.

Ainda não esta convencido? Então assista ao trailer: