The Witcher: o ataque as bruxas agora na Netflix

Esta semana o que causou muito sucesso entre os fãs do jogo The Witcher foi o lançamento do trailer na Netflix de sua série.
O trailer já começa com muita ação e conta a história de Geralt de Rivia que é o protagonista e um poderoso bruxo. The Rivia tem como missão salvar Adda, filha do rei, na qual um monstro domina seu corpo. Assim como no jogo, em determinado momento tentando salvar Adda sofre um acidente, após o ocorrido acordo em um reino dos bruxos onde trava uma nova batalha fantasiosa em busca de saber quem é o que aconteceu consigo.
Você pode assistir o trailer diretamente do blog e tirar suas próprias conclusões sobre o que fazer no Netflix :

[/vídeo]

Henry Cavill como Geralt a Rívia

A escolha do ator parece ter sido mais do que concorrida, segundo a roteirista Lauren Hissrich além de ter sido mais de 207 audições para escolher o ator que mais se adequava à personalidade de Geralt de Rivia, mas desde o início Cavill se mostrou interessado no mesmo e apesar de estrelar como o Superman nas telinhas, ele também passou por rigorosos testes para realizar o personagem na qual é fã.
Mas convenhamos, ficou bem parecido não é mesmo? Até parece que ele nasceu para esse personagem!

Walppaper O Witcher

Geralt o Rivia - o Witcher
Veja quem também está com grandes expectativas para a série:
“Eu acabo de ver e me arrepio e não é de acontecer comigo não!” Gameplayrj
“Eu gostei muito do que eu vi e sério galera, eu curti, não tenho nada de uma reclamação! A resposta é ótima!” Ei Nerd
Nós da Sweet Geek estamos com uma previsão muito alta para a série e esperamos que em breve!
Deixem também uma opinião de vocês em relação a primeira impressão da série!

Fanarts incríveis de It: Capítulo 2

Dois anos depois, Pennywise, o palhaço, retornará ao cinema no dia 18 de setembro, em It: Capítulo 2. Dirigido por Andy Muschietti (Mama), essa adaptação da segunda parte do romance de Stephen King, se passa 27 anos após os acontecimentos do primeiro filme. Nós encontraremos as crianças (já adultas, claro) que se reunirão para tentar se livrar de uma vez por todas do monstro que transformou a cidade de sua infância no inferno na Terra.

Na ocasião deste lançamento do evento, a Warner Bros. Studio recentemente lançou um concurso com artistas e fãs de todo o mundo para criar o seu próprio cartaz do filme. Uma ideia aberta a todos e você pode participar votando em seu pôster favorito. Dez trabalhos serão selecionados pela New Line Cinema e pela Warner Bros. Os artistas selecionados receberão US$ 1.500 por trabalho selecionado. Entre no site da Talenthouse para participar e votar. Enquanto isso, veja alguns trabalhos enviados:

Continue lendo…

The Mandalorian: um orçamento digno de Game of Thrones para a futura série Star Wars

A Disney forneceu um orçamento altíssimo para a primeira temporada da série Star Wars The Mandalorian, que será lançada na Disney +!

Depois de mais de 40 anos de existência, a saga Star Wars finalmente terá uma série de TV, o programa estreará na plataforma Disney+ que será lançado nos EUA em 12 de novembro.
The Mandalorian é um grande projeto da Disney que conta com o sucesso da saga para instalar permanentemente a franquia nas telinhas e ao mesmo tempo em massa, para atrair os primeiros assinantes para o seu serviço de streaming.
Como qualquer grande projeto, The Mandalorian teve muito orçamento.  De acordo com o Wall Street Journal, a primeira temporada da futura série Star Wars teria custado a quantia de US$ 120 milhões ao estúdio, cerca de US $ 15 milhões para cada um dos 8 episódios da temporada. Em comparação, a última temporada de Game of Thrones custou à HBO US$ 80 milhões, ou US$ 13,3 milhões por episódio.

Criado por Jon Favreau (o diretor das versões live action do Livro da Selva e do Rei Leão) e Dave Filoni, The Mandalorian terá lugar cinco anos após The Return of the Jedi e seguirá as aventuras de um  mercenário vivivo por Pedro Pascal (Oberyn Martell em GoT) além dos territórios controlados pela Nova República.
Além de Pedro Pascal, The Mandalorian também estrelará Gina Carano (Angel Dust em Deadpool), que fará Kara Dune, uma mercenária solitária que tem problemas para reintegrar a sociedade. Carl Weathers (Apollo Creed em Rocky II) interpretará Reef Carga, o líder dos caçadores de recompensas. Certamente o chefe do personagem interpretado por Pedro Pascal (cujo nome ainda não sabemos), sendo seu mentor.

A primeira temporada de The Mandalorian estará disponível em 12 de novembro na Disney +.

Nintendo Switch ganha novo recurso e é anunciada a próxima série de games


A Nintendo revelou recentemente os dois novos jogos de NES para o Nintendo Switch. São eles: Donkey Kong 3 e Wrecking Crew. Embora a gente não fale muito sobre anúncios de lançamento de jogos, há um novo recurso disponível para a biblioteca do NES disponível para assinantes do NSO.
A Nintendo está lançando um novo recurso de “rebobinamento” que permitirá que você rebobine sua jogabilidade para que você possa repetir aquela parte em que você está travado, é só pressionar ZL e ZR para rebobinar.
O que você acha desse novo recurso?

O recurso Rewind, Donkey Kong 3 e Wrecking Crew estarão disponíveis no dia 17 de julho.

Games brasileiros : mercado indie tem imenso potencial

O crescimento de produção de jogos indies cresce 80%

Mais jogos indies please!

O Brasil é o maior consumidor de games da América Latina, jogos indies tem um mercado gigantesco para explorar. Segundo pesquisas recentes efetuadas por agências e órgãos revelam que o em média, por ano movimentamos cerca de US$556 milhões (R$ 2,2 bilhões) no mercado de games. Incrível não é mesmo? Apesar disso o mercado de desenvolvimento de games brasileiros ainda perde para o internacional, mas porque isso acontece?

Existem jogos brasileiros incríveis e muito bem elaborados por diversas plataformas na internet que perdem espaço por falta de divulgação. A procura e o desenvolvimento pelo mercado de Games nacional existe e as pessoas possuem interesse em jogar como visto no post da Super BR Bundle sobre promoções de jogos indies, mas o pouco investimento e estrutura fazem com que muitos projetos não consigam seu BOOM na comunidade.

Recentemente o Ministério da Cultura anunciou o investimento de R$100 milhões no mercado de Games a fim de trazer um engajamento e estrutura as empresas iniciantes brasileiras.

Agora você irá me perguntar: “Beleza Nay, mas… o que isso impacta no meu consumo?”. Ora, digamos que tendo oportunidade surgirão muitos jogos, equipes e trabalho para pessoas que lidam com Design, Artes, Tecnologia, Sound Design entre muitas outras e surgimento de futuras áreas.

Ilustradoras como visto no Artbook da equipe Kiwii Anônimo com a retratação de mulheres guerreiras de diversas épocas, mais eventos voltados para desenvolvimento e capacitação como será realizado pelo Goethe-Institut no final do ano. Prevemos boas forças vindas do lado da luz para a comunidade brasileira de games, GREAT TIME ARE COMING!!

Vocês também acreditam que games brasileiros terão espaço no mercado? Já participou de algum game? God is a woman?